Em toda viagem costumo procurar por um bom restaurante português, com bacalhau e tal.

Aqui em Berlin, estava difícil, até porque a comunidade é pequena e dizem que não chega aos dois mil gajos, contando os que entram e saem.

Em Munique e Hamburgo tem mais.

Mesmo assim, achei uma Casa Alentejanda (era dividida entre português-turco, depois ficou só com o lusitano, mas com jeito espanho, mudou o nome para Telha). Não gostei.

Tem uma outra na parte final da Kudam que está bem caída.

E daí, já desanimando, nesta quarta chuvosa e fria, peguei o Bus 101, dois andres, no bairro do Moabit, e fui conhecer a Casa Portuguesa.

No ato, fiquei para o prato do dia, duas sardinhas portugesas legítimas, fritas com molho bom, batatas e salada, e pedi mais um chope da Bolck, e conhecei a tal da ginginha da casa (espécie do cachimbo do Maranhão), e tudo não chegou nos 8 Euros.

No mais, aquela conversa superbrasileira com o cozinheiro, com o comandante Vitor e com a dona Esperança (ver nas fotos), e trocamos algumas idéias e sugestòes de propaganda-publicidade.

E fui convidado para o dia 14, comer um bacalhau, vinho  e ouvir o show de uma dupla de brasileiros, bossa nova, e preste atenção na dupla que aparece aqui em Berlim falando, quer dizer, cantando, em nome do Brasil: Jabuti e Abraão  (TÃO NA FOTO):

No cardápio da noite, mais caro, tem até um tal de PIRI-PIRI.

Mas vamos às fotos que prometi levar mais para eles usarem no Google:

 

 

 

Anúncios