Mais um show de graça foi no Hochschule für Musik (escola de música), na boca do metrô Steglitz,  um bairro ainda chique deixado pelos invasores norte-americanos que, ao contrário dos soviéticos, não comeram os tijolos com os dentes. 

No meio dos alunos, tinha o professor Thomas Offermann que, quando soube que eu era brasileiro, disse “encantado” e eu respondi “obrigado”até porque, olha só que beleza de aluna, a Veronika Grüter, que toca uma senhora gitarre (violão):

 

Anúncios