Eu não tenho uma gotinha de sangue africano, mesmo sendo tão brasileiro quanto um cafuzo, por ter sangue polaco nas veias, mas é claro que os neguinhos da África do Sul, com todo respeito aos chicanos, mereciam ter ganho, por três a um, o primeiro jogo desta Copa do Mundo de Futebol.

Então, estou aqui procurando o texto de quando fiz uma viagem pelo Sul da África, na base da carona, para postar aqui.

Enquanto isto, tem esta foto aqui de Berlim, com anúncio na porta dizendo que a peruca é do mais legítimo, e valorizado, cabelo brasileiro que no Brasil todo mundo chama de pixaínho e só se lembra dele na hora de mamar numa bela cota de universidade.

Anúncios