Pois é meu rei e minha neguinha.

Tô eu acordando aqui em Salvador, Bahia, nem sei bem porque, abro a janela da Pousada Catharina Paraguaçu, no Rio Vermelho, onde fui depositado de madrugada, e dou de cara com um marzão em frente à igreja de Santana, a 200 metros do Largo da Mariquita.

O negócio é que estou atrasado, tenho que botar uma roupa melhorada e não a bermuda surrada com o chinelo de dedo bichado, porque tenho que  trabalhar, pode uma coisa dessa?

Estou aqui na Bahia para o Congresso Brasileiro de Controle Público.

Acontece que tá difícil de controlar é o meu público interno que coça na minha cabeça dizendo:

Meu rei. Manda tudo à merda e mergulha de cabeça neste marzão.

E você, faria o que?

 

Anúncios