Quem não gosta de ganhar presente?
Pois eu os misturo, no meu aniversário, que nem faço com as pessoas.
E não é que no final dá um caldo danado de bom?
Por exemplo.
Entre os presentes, no caso, misturei dois livros.
O primeiro é este: 

 

Bom, o segundo presente, quer dizer, pessoa passada, foi  este:  

 

 
 

Na mistura dos dois presentes, a gente se encontra com deus.

Mas, afinal, quem é mesmo este cara? 

Um latifundiário que expulsou Adão e Eva? 

Aliás, no velho estilo manu militari, sem dó nem piedade. 

 Duvidas? 

 

 

São pesadas palavras ditas divinas,  fruto de um amargo remorso por ter criado a criaturinha humana. 

 Tremenda falha divina, ao se meter em criar a raça humana,  que é reforçada, neste amargo texto do Saramago:   

 

 

Anúncios