brasil migrante by mamcasz
            Para quem acompanha, que nem eu, por ofício jornalístico, os principais grupos de brasileiros que emigram do Brasil para tentarem a vida, mesmo que de forma ilegal, ou nem tanto, em terras estranhas como Estados Unidos, Paris, Inglaterra, Irlanda, Alemanha. República Ckeca e, agora, principalmente, Portugal, sem contar Itália, Espanha e, tem pouco tempo, Japão e sei quantos outros tantos terrenos por este mundo de Deus e o Diabo, mas o que mesmo que estou falando?
                 O seguinte. O que mais vejo nos grupos de brasileiros no estrangeiro se mostra na forma de golpe de brasileiros em brasileiros, Portugal cheio deles nas obras, na Alemanha nas gelaterias, em Londres nos entregadores de pizzas, em Paris na prostituição, e isso tem muito tempo e, agora, para agravar tem ainda este caso relatado pela RFI mas que se repete porque acontecido no ano passado, na Itália, mas o que mesmo?
                      Em resumo, sete brasileiros presos porque coneseguiram, em troca de sete mil euros a cada golpe, a cidadania italiana e, portanto, européia, para mais de 800, no ano passado foram mil, que se encontram na iminência de perderem tudo, e olha que, nos grupos do Face e tais, tem muita gente, contando que conseguiu a cidadania italiana mas que parte agora para a vida na Alemanha, Irlanda, Inglaterra e tantas outras praias, e eu pergunto, o que mesmo?
                    Sei nem responder porque tenho pessoas brasileiras amigas que sobrevivem das mais diversas formas neste mundo, ilegais, presos alguns, deportados outros, perseverantes tantos e por isso a minha vergonha em ver brasileiro dando golpe no estrangeiro em cima de brasileiro, mesmo que seja nos outros. Tem mais?
                    Outros exemplos de golpes:
1 – Brasileiro que garante estadia ou mesmo emprego no estrangeiro e consegue que o patrício brasuka lhe mande dinheiro adiantado que o futuro ilegal nunca mais vai ver nesta vida.
2 – Brasileiro acomodado no estrangeiro que sub-contrata patrício para obra em Portugal, ou Paris, e depois de uns 30 dias simplesmente o denuncia para escapar de qualquer pagamento.
3 – Brasileiro que “vende” passagem bem da baratinha, recebe o dinheiro adiantado, e o patrício nunca mais vai ver nem a ida e muito menos o dinheiro de volta para onde mesmo?
4 – Conhece ou sofreu mais algum golpe de brasileiro em cima de brasileiro no estrangeiro? Pois conte aqui ou se cale para sempre achando que vai se dar bem sei bem onde, certo?
5 – E o brasileiro que cobra até dez mil dólares para intermediar a entrada ilegal em terra ianque, através do México, nem sempre sobrevivendo aos riscos do deserto texano?
              A seguir, a reportagem sobre os 800 brasukas que conseguiram a cidadania italiana-européia em troca de uns sete mil euros e que agora ficam sem ela, sem o dinheiro, e sem a passagem da volta ao canto de terra onde foram paridos:
https://g1.globo.com/mundo/noticia/2019/03/28/brasileiros-sao-presos-na-italia-por-fraude-para-obter-passaporte-europeu.ghtml
Anúncios