Domingo, onze da manhã, aqui em Paris. Acordo com uma música ao vivo, flauta dos Andes, no mercado aqui da Rue Daguerre.Isto, depois de uma maratona de Nuit Blanche de Paris. Às três da madrugada tava aí, do lado de fora da Catedral de Notre Dame:

 

 

Notre Dame de Paris - photo by MamcaszNa Notre Dame, madrugada, dentro dela, telão com imagens santas ao som de um coral mais santo ainda, aquela procissão, parecendo via-sacra, para passar diante das capelas e túmulos onde estavam os cristais multicoloridos da artista suíça da Silvye Fleury. 

Um dos cristais artísticos instalados por entre os túmulos e as capelinhas dentro da Notre Dame de Paris.

Um dos cristais artísticos instalados por entre os túmulos e as capelinhas dentro da Notre Dame de Paris.

 

Jardin de Luxemburg-Paris- quatro horas da madrugada, fila para entrar para ver as estrelas...

Jardin de Luxemburg-Paris- quatro horas da madrugada, fila para entrar para ver as estrelas...

 De rua mesmo, na frente da prefeitura do Buttes-Chaumont, bem afastado do centrão turisticão, tinham os negros com seus hip-hops e pixação chamada de arte, enquanto, para entrar e sair do parque era a maior danação, para ver sombrinhas no gramado e barquinhos coloridos no lago.A Arte em Paris - photo by Mamcasz

De rua mesmo, na frente da prefeitura do Buttes-Chaumont, bem afastado do centrão turisticão, tinham os negros com seus hip-hops e pixação chamada de arte, enquanto, para entrar e sair do parque era a maior danação, para ver sombrinhas no gramado e barquinhos coloridos no lago.

O povão da periferia de Paris - photo by MamcaszMinha Noite em Paris - photo by MamcaszTeve de tudo neste ano cujo tema foi a Arte Contemporânea. Valeu beijo de dez minutos de duração, hiphop, arte-pixação, cristais entre os túmulos da Catedral de Notre Dame (foi o melhor), telão  na frente da prefeitura (Hotel de Ville), multidão nas ruas (outra parte boa),e uma instalação na Grande Mesquita de Paris, com direito a lua cheia e tudo.

A Grande Mesquita na Nuit Blanche de Paris - photo by Mamcasz

 Enfim, isto é Paris. E agora, manhã de domingo, saí para pegar a baguete na padaria aqui em frente, rua de pedestre, e já ganhei o meu Bonjour, Monsieur, todo sorridente, do mendigo que instalou a sua banquinha, apenas com uma rosa vermelha num pequeno vaso, ao lado de outro, à espera das moedas.               Paris Outubro 2009 - photo by MamcaszEntão, bonjour pra você também que eu tenho mais o que fazer em Paris. Au revoir. 

 

Anúncios