Acordo hoje sem sono, três e treze da madrugada, em Brasília, ainda sob o efeito do fuso horário de Paris, vou até o meu cantinho literário e tateio em busca de qualquer escrito.

Pego num livro, que parece qualquer, levo para a sala, faço um cafezinho, abro os olhos e vejo o seguinte: 

Capa de livro

Até aí nada de menos e nem de mais, certo?

O arrepio me começou quando abri a primeira página e tinha uma dedicatória dele, após ter dado entrevista ao programa Espaço Arte, na Rádio Nacional, para a apresentadora Tia Heleninha.

Dedicatoria - photo by Mamcasz

Acontece que a Heleninha me deu  este livro num meio dia qualquer:

– Olha, Mamcasz, você que vive viajando por este mundo, dê uma olhada qualquer noite neste livro que acabei de ganhar. O cara é super interessante.

Até aí nada de mais e nem de menos, certo?

Mas acrescento que eu havia me esquecido do livro e tia Heleninha logo depois morreu, de câncer.

Na época, ela saiu do porão insalubre onde funciona a rádio e saiu pra dar uma volta…

 Inclusive, ela é a primeira no Ofertório deste blog, com o post TIA HELENINHA ESTRAGOU A FESTA:

Acesse, olhe, ouça e me diga o que ela está querendo me falar:

https://mamcasz.wordpress.com/fim/

Anúncios