Estava eu, em novembro do ano passado, 2009,  por um noves fora,  nada, pela Rádio Nacional, em Salvador, na minha querida Bahia, eu e mais uns trinta colegas da EBC, num tal dum Congresso sei lá do que de um Controle Público. Foi bom … Rio Vermelho …Pousada Catharina … uma tia-mina com o Cartão Corporativo … e tal …. né?

                          Blá… blá… blá… blá… blá… blá… blá… blá… blá…

                          Pois então … no final … no último dia, sexta, pinta o escândalo do DF … Arruda … lá em novembro de 2009 … daí, corro pro Jorge Hage … CGU … tava lá … pois  Zé … aliás, no sábado, dia seguinte, embarcando, sozinhos,  batemos um papo, no mesmo aviao, cade a porra  da  minhoquinha em cima desta letra … lepitópi contrabandeado, mas do legítimo … fazê o quê, falando que nem petê  …

                          Continuando … me distrai com esta foto com a bonitona que é do Ministério Público, procuradora, sei lá … tesão… tesão… tesão … diria não eu (será?) mas, com certeza, o Raul Seixas, pois ele que seja processado, não eu, por este justificado tesäo – será que eu teria o prazer de por ela ser preso? ai quem me dera…

         

                              E né que hoje, dia 25 de fevereiro de 2010, tantos tentos repassados, a grande CGU anuncia, cá dos píncaros do Planalto Central,  este   seguinte (novembro-dezembro-janeiro-fevereiro-quase águas de março:

                             “Investigação da Controladoria Geral da União encontrou irregularidades na aplicação do dinheiro repassado para obras no Distrito Federal.

                              Muitas das obras de Brasília são feitas com verbas federais.

                              O novo trecho do Metrô, por exemplo, tem dinheiro do Ministério dos Transportes –R$ 40 milhões.

                               Na ponta do lápis, segundo o relatório, o serviço ficou 125% mais caro, um prejuízo de quase R$ 12 milhões. “

                            Moral do papo:

                            1 – Será que ainda posso ter esperança com essa procuradora-geral-gostosona?

                             2 – Será que a CGU poderia ser um pouquinho, só, mais devagar do que a tal da tartaruga?

                             3 – Será que só eu sou ZONZO aqui em Brasília?

                             4 – Enfim, Ibiapina, neste caso, posso falar uma palavrona????

                             Então, me desculpe, minha cara ex-estagiária, mas tenho que gritar:

                            – PORRAAAAAAAAAA………!!!!!!!!

Anúncios