Tem ” deficiente” que fica confusa quando encontra alguém que é “diferente”.
 Este mal estar pode ser evitado se as pessoas se interagirem mais no trabalho.
 Pois veja só o péssimo exemplo que continua aqui na frente da Rádio EBC.
 São três carros de pessoas difererentes mas não deficientes.
Uma autoridade para entrevista na TV Brasil, uma funcionária e um chefe graduado.
 Nenhum deles disse Bom Dia ao porteiro quando chegou hoje aqui na rádio:

                

Alguns detalhes a respeito do não-feito:

http://www.cedipod.org.br/quando.htm

Anúncios