Entre os políticos aquinhoados pelos votos (nem todos aceitos ainda) nestas Eleições 2010, existe gente que se declara em 46 profissões diferentes, desde palhaço até a função em si para a qual é preciso ser eleito (nem sempre com maior número de votos) e ter Ficha Limpa (depende…).
                 Pois não é que nestas eleições 268 elementos suspeitos declararam ter “deputado” como profissão, 11 que seriam “vereadores” e três “senadores”? Nas eleições de 2006, os “políticos que se diziam profissionais” eram 219.
                  Quanto ao único palhaço assumido, o Tiririca, votado com maior número de palhaços de todo o Brasil, agora um juiz deu a ele dez dias de prazo para que … bom … aprenda a ler e a escrever o suficiente para provar que a declaração entregue foi … bom … escrita por ele.
                Já pensaste se o exame passa a ser geral?
                E se valer também para os “analfabetos funcionais”?
                ATENÇÃO. ATENÇÃO. ATENÇÃO.
               Analfabeto funcional não é o mesmo que funcionário analfabeto.
              Mas se, por acaso, companheiro, tu pensas que analfabeto funcional é a mesma coisa que funcionário analfabeto, então tu tens mais é que também fazer a prova do analfabeto (capacitação não vale).
              Ditado:

              A funssão do funsionareo é cervir o pôblico, tô serto manu?


              (Sem comentários para não encherem mais ainda o meu saco).

             Ah, palhaç@.

             Tu sabes quanto custa cada deputado?

http://super.abril.com.br/cultura/quanto-custa-deputado-601265.shtml

Anúncios