Abaixo a depressão parisiense.

Ici a Paris, tudo bem, très jolie e tal.

Mas tem um grave problema social.

Não falo dos chomage, sem teto nem trabalho.

Dos migrantes mendigos murmurando J’ais fame.

 É a tal depressão da juventude francesa desiludida.

Os cara-pintadas companheiros de 68 estão velhos no Poder.

 Sem perspectiva. Aturdida. De saída. Pra donde?

De repente, numa rua do Marais, a Rosiers,

 reduto da comunidade judia,

 surge a pergunta simples:

 Tudo bom com ocê?

Anúncios