Cinquenta e um por cento dos homens se ocupam de afazeres domésticos, mesmo trabalhando fora, e dizem gastar, em média, nove horas e trinta minutos de trabalho em função da casa. A média de estudo do homem é de sete anos e dois meses. Na idade entre 18 e 24 anos, 12 por cento dos homens frequentam o ensino superior. No governo, ocupam 55 por cento dos cargos de direção e assessoramento.

Mais dados para comemorar o Dia do Homem neste domingo, 15 de julho. Oitenta por cento dos homens participam do mercado de trabalho. Mas com isso, pode-se dizer que vinte por cento dos homens continuam à procura de emprego. Cinco por cento estão desempregados, quer dizer, cansaram de procurar trabalho. Vinte e seis por cento trabalham, mas em condições precárias. Quarenta por cento não têm a carteira assinada. Sobrevivem no trabalho dito informal. Trabalham, em média, 52 horas por semana.

Então me ouça, meu bom Deus: 

http://snd.sc/PV5xpk

Anúncios