Acabo a faxina do lar.  Enquanto madame sorve o café e as notícias do dia,  à cama.

Preparo a mesa. Menu do dia: ENTRE O DESEJO E O SER.

Ao som de “As rosas não falam”, com Cartola, ninguém mais.

Peço uma pausa para madame e declamo, bem cândido:

“Porque hoje é sábado”, com Vinicius de Moraes.

E pensar que este sábado, cá na ilha, está começando…

Um bom final de semana, gente.

http://www.youtube.com/watch?v=te2HfDsXcXs

Um beijo, dona Zica, a quem fui apresentado na casa rosa, Mangueira, por Macalé.

Maninha é testemunha. Madame a meu lado. E Zica: ela tem uma cara de santa…

Já Cartola, beijei a mão dele num show na ABI, eu, um estagiário mequetrefi do O Jornal.

Os jornalistas coroas tremeram na base da vergonha.

Que nem quando dei uma maçã para a Clementina de Jesus, num show em Brasília.

– Su sou o teu Adão!

E por que hoje é sábado, hein?

Uai, Why, quer dizer, Because

Há uma ariana e um polaco.

Há uma mulher dentro de um homem.

Porque hoje é sábado.

 

http://letras.mus.br/vinicius-de-moraes/86516/

Anúncios