Rapidinho que hoje é samedi, tô tirando da máquina, editando e postando tudo aqui da Place des Vosges, a praça mais chique do mundo, ao lado das casas do Balzac e do Victor Hugo, tem wi-fi e tudo.

Primeiro, a visão que tive agora há pouco perto da estação de Simplon, indo para a Porte de Clignancourt, para o Mercadão de Ouen. Fica depois da Gare du Nord. Quanto mais para a parte norte de Paris, mais escurece, mais preto fica, e mais pobre.

Estava havendo esta manifestação dos africanos que fogem de seus países e ditadores tribais para escapar da morte, por facão ou por fome, e se escondem nas cloacas ici de Paris. Eles estão pedindo a regularização dos papéis deles como refugiados. Mas como são pobres, e além disso, pretos, tudo fica mais difícil.

negros sans papier - photo by Mamcasz

Mas como Paris, dizem, tem uma manifestação pública para cada dia do ano, e uma vez a cada século o povo se revolta e corta a cabeça dos reis e rainhas, esta outra foi dos branquelos classe média, que trabalham nos Correios, que é estatal, e que o governo quer privatizar, então eles acham que não podem perder esta boquinha pública. Abaixo, um dos cartazes, na rua de Moufetard,mais antigo, mais branco,mais central. Lógico que isto foi coisa do Partido Gauche, de esquerda, que nem o pessoal metalúrgico.

negros san papier 2 - photo by Mamcasz

 

 

 

Anúncios