A CEB já pagou R$10,3 milhões por apagões neste ano em Brasília. O total pago pela empresa de energia de Brasília, a CEB, não inclui os prejuízos causados pelo apagão desta quinta-feira, que atingiu 70% dos clientes. Sem eles, neste ano, são R$5,6 milhões de multas e R$4,7 milhões por prejuízos.

 

Somos 882 mil clientes da CEB em Brasília, quer dizer, Distrito Federal, porque junta Brasília e as cidades satélites, a explicação é para quem não é daqui e está ouvindo esta conversa parecendo miúda. Dos 882 mil, 560 mil ficaram sem energia. E todos estão pagando, desde 26 de agosto, 1,54 por cento a mais na conta de luz. Lembrando que, e isto vale para todo o Brasil, ainda tem a novela da devolução do que foi cobrado a mais, entre os anos 2002 e 2010. Segundo os últimos cálculos do Tribunal de Contas da União, em todo o Brasil a conta cobrada a mais passa dos sete Bilhões de reais. E o consumidor? Ah… Aneel diz que falta gerência na CEB.

E quanto ao teu prejuízo?

Bom. Se for de equipamento queimado, faz o seguinte. Vá até o posto mais próximo da empresa de energia elétrica pedindo conserto ou reembolso pela queima do equipamento. Junte três orçamentos em empresas diferentes com preços do mesmo equipamento novo. Anote o horário e o local. Marca do aparelho. Modelo. Relato do que aconteceu. Leve a conta de luz no teu nome. Se for imóvel alugado, tem que provar. Ufa. E só para terminar. Se tua casa tiver luz através do gato, adeus equipamento.

Inté e Axé, Mané!

Então, clique e me ouça, pessoa:

http://soundcloud.com/mamcasz/apag-o-amea-a-mensal-o-e-elei

Vale também a leitura gerencial disso:

http://mba.americaeconomia.com/articulos/columnas/gerente-mejore-su-foda


Convite:

 Sábado, dia 17, às 21horas, Show da Rádio Nacional em comemoração aos 50 anos de Brasília.   O show será um encontro de gerações. Uma festa reunindo artistas pioneiros e da nova geração da música de Brasília e as equipes de comunicadores das rádios Nacional AM e Nacional FM.  

Algumas presenças confirmadas: Clodo, Sheilami, Myrlla Muniz, Toque de Salto, Salomão di Pádua, Carlinhos Piauí, Viera, Nilson Lima, Fernando Lopes, Renata Jambeiro, Reggae a Semente, Renato Mattos ( um telefone é muito pouco pra quem ama como um louco e mora no Plano Piloto) e Nicolas Behr (SQS ou SOS? eis a questão).

Adress:

Teatro Newton Rossi do SESC –  Ceilânda – Cidade Satélite – Distrito Federal (situada a 50 Km de Brasília).

Mais:

 No último sábado deste mês, 24 de abril, acontece na Ceilândia o final da Liga de Basquete de Rua, promoção da Central Única de Favelas do Distrito Federal (CUFA-DF):

 http://www.cufadf.org/

A cidade de Ceilândia, que não é município,  foi inaugurada em 27 de março de 1971, e hoje tem quase meio milhão de habitantes.

Segundo a página da administração da cidade,  o nome Ceilândia foi  inspirado na sigla CEI (Companhia da Erradicação de Invasões) e na palavra de origem norte-americana “landia”, que significa cidade (o sufixo inglês estava na moda).

Para conhecer mais sobre Ceilândia, que não é Brasília, acesse:

http://www.ceilandia.df.gov.br/

Por que Ceilândia e não Brasília?

Nome do Projeto: Programa de Rádio Ação Periferia (Nacional AM)
Site: http://www.stickam.com/acaoperiferia

Produzido pela CUFA DF em parceria com a Empresa Brasil de Comunicação, é o primeiro programa de música black e mobilização social veiculado em rede nacional.
 O Ação Periferia divulga os talentos das comunidades. É um espaço para mostra de misturas musicais, diversidade cultural dos estados e novos talentos.

Ouça ao vivo pela Rádio Nacional Brasília na frequência 980KHZ AM aos sábados das 12hs às 13hs ou no site  http://www.radiobras.gov.br  

No www.stickam.com/acaoperiferia é possível escutar todas as edições já veiculadas.

Moçada boa.

Central Única das Favelas do Distrito Federal (FUCA-DF).
 Você tem interesse em divulgar algo então envie email acaoperiferia@gmail.com .
 
Parceiro: EBC – Empresa Brasileira de Comunicação.