#Diabo #Satã #Shaitaim #Lucifer #Malahin #Exu

Depois da Série Berlim-Brasília, passemos à Era Perene.

        Adendo: uso maiúscula quando e onde quiser, tá?

   Então, Heil Diabo, Diavolo, Demônio, Satán, Shaitaim, Satanás, Lucifer, Mara, Malah, Malahín, Exu, independente do Credo.

     Todos são, diz Joseph Campbell, em “As Máscaras de Deus”, o Alter-Ego do dito Supremo Alá-Jeová- Gautama-Buda-Olumudaré.

 

FOTO 3 (2).jpg

Pois comecemos esta nova Série – Em Nome do Diabo – com cinco citações que voltam à tona neste seriado por conta de tua companhia:

         1 – “ Satanás, o Sedutor deste Mundo, foi mandado aqui para a nossa Terra, e, com Ele, os Seus Anjos” (Apocalipse 12:7-9, Velho Testamento, vale tanto para judeus quanto muçulmanos ou ditos cristãos).

        2 – “Não conseguimos atingir o estado de bem-estar enquanto houver dentro de nós tantos Demônios no lugar de Um Só(Franz Kafka, Diário, 1912).

       3 – “O Diabo é imortal, Ele nada na Correnteza do Tempo, aliás, o Tempo começou com o Diabo” (A História do Diabo, Vilém Flusse, 1965, edição Universidade de Coimbra, AnnaBlume, 2012).

       4 – “Só me dou por satisfeito quando dormir com Deus e o Diabo na mesma Cama” (Eu Trovão, Edição Semin, 1978, Brasília, de minha autoria).

        Aguardo a tua companhia no próximo ato deste “Em Nome do Diabo”, uma série voltada ao Anjo Portador da Luz (Lucifer), o representante do Supremo, nesta partícula Terra, para consubstanciar a Obra do Criador a partir de um punhado de poeira unida pelo Cuspe Divino.

    Antes de voltarmos, na próxima encruzilhada, vai ser interessante, prometo, fiquemos com o cantado pelos Rolling Stones na música “Sympathy for Devil”:

Prazer em conhecê-Lo, Demônio.

Bem sabes que  conheço Seu nome

Mas o que está me confundindo

É a Natureza do Seu Jogo Diabólico.”

Então, tá.

Inté e Axé.

FOTO 5 (2)

Próximos:

002 – O Diabo na Mente Muçulmana.

003 – O Diabo na Alma Judia.

004 – O Diabo no Credo Cristão.

005 – O Diabo no Candomblé.

006 – O Diabo no Mundo Zen.

007 – …

Anúncios

“Os bispos têm o dever de emitir juízos morais, mesmo em matérias políticas”. 

Foi  o que disse hoje o alemão Papa Bento XVI (16, ó estulta colega) em sermão a um grupo de religiosos tupiniquins da Regional Nordeste da CNBB.

“Portanto,  devemos recusar   qualquer  ambigüidade”.

E arrematou o lance:

“Quando os direitos fundamentais da pessoa ou a salvação das almas o exigirem, os pastores têm o grave dever de emitir um juízo moral, mesmo em matérias políticas (cf. GS, 76).”

Para acabar de vez:

“Quando os projetos políticos contemplam, aberta ou veladamente, a descriminalização do aborto ou da eutanásia, o ideal democrático – que só é verdadeiramente tal quando reconhece e tutela a dignidade de toda a pessoa humana – é atraiçoado nas suas bases (cf. Evangelium vitæ, 74).”

 

Leia na íntegra, no original:

“Quando si tratta di difendere la vita e la dignità della persona i cittadini hanno il diritto-dovere di usare liberamente lo strumento del voto politico per la promozione del bene comune.”

 http://www.vatican.va/news_services/or/or_quo/text.html

Piadinha escrota:

Será que não teria alguém encarregado de preparar um dossiê contra o Papa?

– Frei Beto? Frei Bófi? Pedofilia?

Perguntinha sacana:

No caso dos bispos vermelhos (Nelson Rodrigues), eles poderão ser ex – comungados?

 


        Por decreto da UNICEF, este 15 de Outubro de 2010, hoje, é o primeiro Dia Mundial de Lavar as Mãos.

      É que segundo a ONU as pesquisas apontam que 60 por cento das pessoas simplesmente lavam as mãos depois que fazem alguma merda.

      Que nem fez o Pôncio Pilatos bem lá atrás quando entregou o elemento Jota Cristo pro povão decidir:

  • Esfola ele, Pilatos.
  • Eu não. Eu lavo minhas mãos.
  • Então, crucifica Ele, uai.

      Detalhes no site da Canção N ova (o que foi que eu eu ouvi mesmo nesta canção?).

     Pergunte prum político:

  • Quem roubou? –  lavo minhas mãos…
  • Quem sabe um aborto? –  lavo minhas mãos…
  • E o lesbianismo?   – lavo minhas mãos…
  • De quem é o filho?  – lavo minhas mãos…
  • E a mãe? – lavo minhas mães!

      Moral:

      Faça que nem ti.

      Hoje,  eu já lavei as mãos.

     E tu, Pilatos?

       http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=274420

 

Por que será que coleg@s de repartição morrem de medo do que minhas mãos escrevem?

As acima são da exposição do artista holandês Escher.

Vou vê-la neste domingo aqui em Brasília, no Centro Cultural do BB.

Não é coisa para pessoa néscia de quatro.

Depois eu falo.


 

     Dilma – 51%  . . .  Serra – 49%

( Ibope, pela margem de erro )